Sinvesd é parceiro no planejamento estratégico do setor

postado em 27 de jun de 2011 05:41 por SINVESD INTERNET
Na manhã desta terça-feira (17/11), no auditório da FIEMG - Regional Centro Oeste, foi realizada a apresentação do planejamento estratégico do setor confeccionista de Divinópolis, desenvolvido numa parceria entre a Prefeitura de Divinópolis, o Sinvesd, a Fiemg e outras entidades. 

O projeto, desenvolvido pela Formatar Consultoria, é um grande diagnóstico do setor confeccionista, apontando os grandes gargalos do desenvolvimento e indicando quais as soluções devem sem implementadas para superar os problemas. Entre os principais problemas apresentados estão o alto nível de informalidade das empresas; ausência de administração dinâmica e moderna nas empresas; ausência de diferenciação de preço significativo entre atacado e varejo; e baixa qualidade dos fornecedores de mão-de-obra (facções, modelistas, gerentes comerciais, costureiras, etc.), entre outros. 

Marcos Fábio Gomes Ferreira, consultor responsável pelo planejamento da confecção afirma que o planejamento é fundamental para o crescimento do setor confeccionista em Divinópolis. “Quando começamos a estudar o setor, verificamos que existe uma série de problemas estruturais. A intenção do projeto é apresentar os pontos fortes e os pontos fracos da confecção, os grandes objetivos que temos que cumprir, as metas para o governo, para os empresários, para as entidades de fomento, de forma que cada trabalhar para realizar estes objetivos. Chegaremos a um momento que veremos a Prefeitura, SENAI, FIEMG, SEBRAE trabalhando, empresários se qualificando para que eliminemos os pontos fracos e que Divinópolis realmente consiga ser referencia na confecção”, finaliza. 

Além dos problemas do setor, o projeto mostra quais são as metas para levar o nome de Divinópolis para o cenário nacional, enquanto líder em seguimento casualwear. Para que isso aconteça, o planejamento estratégico do setor confeccionista de Divinópolis estabelece as seguintes ações: 

-Promover o aumento de mercado para nossas empresas; 

-Organizar o calendário de lançamento das coleções das empresas; 

-Buscar a melhoria do design e da modelagem de nossos produtos; 

-Melhorar a gestão de nossas empresas; 

-Qualificar a força produtiva; 

-Qualificar a força de vendas. 

-Criar ações para aproveitamento dos resíduos da confecção; 

-Buscar incentivos para a formalização do trabalho; 

-Minimizar os impactos da pirataria; 

-Criar o centro de apoio ao comprador; 

-Criar estrutura para receber o turista comercial; 

-Organizar os guias em uma associação; 

-Implantar placas sinalizando para os centros comerciais; 

-Melhorar a segurança no entorno dos centros comerciais; 

Para o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Macy de Paula, este projeto pode trazer uma grande vontade competitiva para a economia de Divinópolis. “Acho que hoje organizar, trabalhar, pensar, inovar e reinventar a confecção de Divinópolis é, não só uma questão necessária, como também importantíssima. A partir do momento em que o setor se organiza ele consegue ser mais competitivo, consegue ter um incremento dentro da sua economia, dentro do seu raio de ação. O que pretendemos nesta parceria é avaliar as ações que já estão sendo feitas, pensar em novos projetos, considerar ações que já foram incrementadas em governos passados e que deram certo e mais do que isto, inovar as ações para os próximos anos. Sabemos que esta roda viva da inovação é mais que necessária para os segmentos que pretendem ter sucesso na economia de hoje e de amanhã”. 

O vice-prefeito Francisco Martins ressaltou a importância da união dos confeccionistas, bem como o planejamento de ações que possam desenvolver o setor. “Ficamos felizes em ver uma iniciativa tão bem projetada, como o planejamento estratégico do setor confeccionista de Divinópolis. Como também sou um empresário desse setor, conheço bem os problemas que são enfrentados pelos confeccionistas e pude ver que vários desses problemas foram apontados no projeto. Por isso, desde já, a prefeitura se coloca como parceira não só para executar as ações pertinentes do executivo municipal, mas também contribuindo no planejamento de novas propostas para o crescimento do setor confeccionistas”, finaliza. 


Postado em 18/11/2009 às 11:32:04

Comments